Produtor de ‘Emancipação’ Joey McFarland pede desculpas por trazer foto de homem escravo para Premiere

Foto: reprodução
Publicado em Notícias há 1 mês

“Emancipação” produtor Joey McFarland pediu desculpa depois de enfrentar críticas por trazer uma fotografia do homem escravizado conhecido como "Whipped Peter", que serviu como uma inspiração para o filme, para a estreia de Los Angeles.
“Eu sinceramente peço desculpa a todos que ofendi trazendo uma fotografia de Peter para a estreia da ‘Emancipação’”, McFarland escreveu em uma declaração em seu Instagram postado no domingo à tarde. “Minha intenção era honrar este homem notável e lembrar ao público em geral que sua imagem não só trouxe mudança em 1863, mas ainda ressoa e promove a mudança hoje. ”
McFarland foi recebido com críticas generalizadas depois de revelar que ele estava carregando a fotografia original de 1863 de "Whipped Peter", cujo nome verdadeiro era Gordon, enquanto falava com a Variety na estreia do filme. Fotografado ao ser adequado para um uniforme para se juntar ao exército da União, a imagem das cicatrizes nas costas de Gordon foi amplamente circulada na época, expondo a brutalidade da escravidão à população dos EUA.
“Eu tenho a foto. Esta é a fotografia original de 1863. Queria que estivesse aqui esta noite. Eu queria que um pedaço de Peter estivesse aqui esta noite,” disse McFarland quarta-feira na estreia. “Só para dizer, tantos artefatos e fotografias não foram preservados ou curados ou respeitados. E levei-o a mim mesmo para curar e construir uma coleção para as gerações futuras. ”
“Emancipação” é baseado na fuga de Gordon da escravidão. Com Will Smith e dirigido por Antoine Fuqua, o filme está atualmente jogando em teatros selecionados e fará uma estreia de streaming na Apple TV+ na sexta-feira.
“Espero que minhas ações não se distraiam da mensagem do filme, da história de Peter e do impacto que ele tinha no mundo”, continua a desculpa de McFarland. “Através da pesquisa e desenvolvimento da ‘Emancipação’, descobri fotografias de indivíduos desviados e historicamente importantes cujas histórias também precisavam ser contadas. Uma fotografia, de Martin Delaney, está em empréstimo à National Portrait Gallery e atualmente em exposição. Meu plano era sempre doar as fotografias para a instituição apropriada, em consulta com a comunidade, e eu acredito que não há melhor momento para começar esse processo do que agora.
Leia a declaração de McFarland abaixo.

Artigo publicado em 07/12/2022 07:23 e atualizado pela útima vez em 07/12/2022 07:23